Notícias

Como acertar na iluminação do seu evento

Vários elementos devem ser considerados na hora de produzir uma festa. No caso de um show, não importa qual seja o tipo, a atenção aos detalhes precisa ser enorme, afinal, qualquer coisa aparentemente insignificante pode se transformar em um grande problema, podendo até mesmo prejudicar o andamento das apresentações e, consequentemente, comprometer a satisfação do público, o que provocará uma queda na sua reputação como produtor de eventos. Como um dos fatores que você não pode ignorar é a luz, é necessário saber como acertar na iluminação do seu evento.

Na hora de pensar na iluminação de um evento, não há como fazer isso sem levar em conta outros aspectos do evento, como sonorização, disposição das coisas no espaço, entre outras questões que afetam a experiência do público. A principal vantagem de se preocupar com uma boa iluminação é proporcionar um ambiente mais próximo do que foi concebido originalmente.

Não adianta nada planejar um show que tenha um clima bastante alegre se você investir em cores de tons neutros e que não garantam uma energia mais vibrante ao local. De forma semelhante, um show bem mais formal requer luzes sofisticadas e sóbrias, sem que elas se movimentem alucinadamente, o que seria mais ideal para um festival de música eletrônica, por exemplo.

Veja como acertar na iluminação do seu evento

1. Estilo da festa

O primeiro passo para quem deseja descobrir como acertar na iluminação de eventos é definir o estilo da festa o mais rápido possível. Ao fazer isso o quanto antes, todas as ações seguintes serão guiadas por tal decisão, de modo que seja mais fácil alcançar os resultados desejados.

Tenha em mente que a composição das luzes que serão usadas durante o evento servirão para criar uma atmosfera no lugar, o que pode contagiar o público, deixar o espaço com um ar solene, assegurar um clima de romance e muito mais. Portanto, esse recurso visual deve ser escolhido com o máximo de cautela, uma vez que uma iluminação inadequada vai deixar as pessoas desconfortáveis.

2. Sintonia com a decoração

Outro jeito de acertar nas luzes é caprichar na decoração do show. Por mais que você tenha poucos recursos para alugar ou até comprar itens decorativos, é recomendável selecionar cada peça da decoração com o intuito que criar uma sintonia com a iluminação, pois se houver um contraste, o efeito não irá gerar o impacto que se queria.

Conforme o objeto e seu posicionamento no local, a luz que incidirá sobre o item pode mudar. Assim sendo, a simples escolha de uma cor diferente da prevista pode alterar o visual do evento. Objetos de vidro, de metal ou espelhados podem causar efeitos distintos do que o previsto, caso a luz não seja planejada com cuidado.

Outra coisa que você deve saber sobre a harmonia entre a iluminação e a decoração é a capacidade que determinadas luzes têm, permitindo que paredes vazias fiquem cheias de desenhos e efeitos que podem fazer você economizar bastante na decoração, desde que a iluminação seja escolhida corretamente e aplicada de maneira apropriada.

3. Equipamentos de qualidade

Também é indispensável utilizar equipamentos de qualidade, afinal, você não vai querer que as luzes se falhem ou até se apaguem totalmente no meio do show. Em geral, os equipamentos mais usados para a criação de uma iluminação ambiente são os tipos par 38 e par 64. No caso do par 38, existe uma lâmpada de 100 a 150 Watts, responsável por formar um feixe de luz colorido, o que ajuda a aumentar a profundidade do local, ou seja, é a opção mais indicada para lugares não tão amplos.

Por sua vez, o par 64 tem uma lâmpada de 1000 Watts, o que permite o controle por uma mesa ou um painel de controle, por onde o responsável pela iluminação vai definir a intensidade das luzes. Esse tipo de equipamento tende a ser usado em locais grandes, inclusive abertos.

Os aparelhos de luz podem ser de LED, que é uma alternativa muito aconselhada, devido ao aquecimento menor, bem como aos baixos níveis de consumo, que são características procuradas por praticamente todo produtor de eventos. E já que citamos as luzes de LED, vale ressaltar que as Washer de LED são as mais comuns para as fachadas dos shows ou para outdoors, pois tais lâmpadas são mais retangulares, garantindo a iluminação de uma largura mais expressiva. E se chover, você não precisará se preocupar com as Washer de LED.

Em relação às pistas de dança, deve-se ter um cuidado para que as luzes pisquem e se movam de acordo com as batidas das músicas. Por conta disso, é aconselhável optar por laser, que é um risco de luz reto capaz de se mover de um lado para o outro. Outra dia é o Moving Head, que serve para a projeção eficiente de imagens, logotipos, palavras e outras coisas no teto e nas paredes. Já o Roboscan é um aparelho cujo espelho interno se movimenta e reflete a luz, sendo ideal para eventos musicais.

4. Profissionais capacitados

Além de se preocupar com consoles, efeitos e refletores de luz, é imprescindível contratar profissionais devidamente capacitados, para que os shows de luzes sejam aplicados com a maior eficácia e com bastante segurança. Logo, faça testes antes de contratar alguém e sempre cheque as referências. Vá até um show iluminado pelo profissional que você cogita contratar, com o intuito de verificar se a pessoa tem a habilidade e os conhecimentos necessários para trabalhar no evento produzido por você.

Fonte: eee.produzindoeventos.com.br